Mais uma Vez, Lá Dentro da Mata nos Estados Unidos

 

Não há como falar de produção cultural no Brasil sem falar em resiliência.  É uma luta carregar o que você acredita de forma intacta e firme por tanto tempo. Mas, o Lá Dentro da Mata tem uma “coisa” que torna tudo mais fácil. Quando os pequenos olhinhos brilham cheios de encanto ao descobrir os personagens e as aventuras da floresta, sinto a força que a música e a literatura infantil têm de transformar. É isso que mais me motiva.

Por aqui, tenho visitado escolas, feito apresentações para alunos, pais e educadores. Tem sido muito gratificante. Mas, cada vez que penso na riqueza que há por trás de tudo que o Lá Dentro da Mata aborda, fico achando que tem muito mais a ser feito, que o projeto merece, coisa e tal… Nessas horas, fico inquieto, tentando achar soluções, e até um pouco chateado por ser tão duro este caminho.

Mas, no final das contas, essas obras são como filhos. Ganham asas e as vezes nos surpreendem com feitos incríveis sem a nossa participação. Um desses feitos foi a peça do Lá Dentro da Mata em Seattle.

É a segunda montagem nos Estados Unidos, realizada por um grupo de brasileiras chamado Brazil Arts Perfoming Group. A força dessas meninas e a alegria que elas têm em manter o laço com o Brasil através da cultura é muito tocante. Lotaram o lindo teatro Kirkland Performance Center e levaram adultos e crianças que vivem por lá a uma emocionante viagem pelas matas do Brasil.

Que baita orgulho que senti com o sucesso da peça.

Obrigado a todos os realizadores e apoiadores do Lá Dentro da Mata USA! Contem sempre comigo e com Poti, Airy e Jururu.

LEIA TAMBÉM: Lá Dentro da Mata nos Estados Unidos (Primeira Peça)

Pablo Maurutto é autor do Lá Dentro da Mata, pai de Pedrinho, cantador e contador de histórias

Compartilhe essa página com seus amigos!

Postar um Comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*